Pesquisar

Data de entrada

Data de saída


Filtrar por Bairro


Veranópolis - Localizada a 170 quilômetros de Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul, Veranópolis é considerada o Berço Nacional da Maçã e a Terra da Longevidade. Um paraíso em plena Serra Gaúcha, a 705 metros de altura, a cidade tem clima subtropical, agradável e saudável. Veranópolis é, segundo a Fundação de Economia e Estatística (FEE) do Rio Grande do Sul, o munícipio com o 9º melhor Índice de Desenvolvimento Sócio-Econômico no Estado.

O nome Veranópolis tem muito a ver com o turismo, já que quando seu antigo nome, Alfredo Chaves, teve que ser alterado em 1945, o nome escolhido foi o que significa "cidade do veraneio".

A história do município começa em 1884, com a chegada dos primeiros imigrantes italianos. Antes disso, já em 1830, seu território pertencia ao município de Santo Antônio da Patruha, sendo as freguesias mais próximas da região que é hoje Veranópolis eram Lagoa Vermelha e Vacaria. Estas freguesias eram ligadas por uma única estrada a Santo Antônio da Patrulha.

Com o passar dos anos, os fazendeiros de Lagoa Vermelha abriram caminhos na mata, e penetraram na região que seria a colonônia de Alfredo Alves. O cultivo de milho, e a extração de erva-mate tomaram conta das terras do rio das Antas. Os tropeiros tinham como ponto de encontro o local mais agradável daquele pedaço de terra, e ali se reuniam ao passar em seu caminho para Montenegro. Este ponto de encontro foi batizado mais de Roça Reúna, contanto com uma ótima vertente de àgua e elevação rochosa.

Os terrenos começaram a ficar cada vez mais disputados, e a Inspetoria Geral de Colonização se viu obrigada a criar uma nova colônia, para acomodar os excedentes populacionais. Roça Reúna se tornou então, em 1884 na colônia de Alfredo Chaves, que pertencia ao município de Lagoa Vermelha.

Os primeiros imigrantes italianos começaram a chegar após esta decisão. Eles vinham principalmente das províncias de Treviso, Belluno, Tirol, Cremona, Pádua e Vicenza. Os poloneses também não tardaram a chegar. Assim, em 1898, Alfredo Chaves passava à categoria de vila. Como já havia um município com o mesmo nome no Espírito Santo, o nome oficializado, foi o de Veranópolis, cidade do veraneio.

Em 1935 foi introduzida a cultura da maçã, em Lajeadinho, pelo agricultor José Bin, que a iniciou com as sementes de uma única maçã, importada da Califórnia. Já em 1994 iniciou-se uma série de pesquisas sobre Veranópolis, por esta ter sido considerarada pela Organização Mundial de Saúde com o Cidade da Longevidade. O município é o primeiro no país, e o terceiro no mundo: prova de que o clima agradável, as lindas paísagens e a tradição italiana fazem bem a qualquer um.



Mostrando 2 resultados