hotel.com.br - O Guia de Hotéis da Internet Brasileira !


Pesquisar

Data de entrada

Data de saída


Filtrar por Bairro


OLINDA - Com o título em 1982, de Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade e berço da cultura brasileira, Olinda foi eleita a 1ª. Capital Cultural do Brasil em 2005. Tudo isso deve-se à sua tamanha beleza natural, além de ser uma das cidades mais preservadas desde a época colonial do Brasil. Nas ruas de seus sítios históricos, percebe-se a "arte" por todos os lados, por isso que muitos artistas plásticos escolhem a cidade para montar seus ateliês, galerias e museus, pois afirmam que Olinda traz inspiração. Tem o seu traçado acompanhando os altos e baixos da região, nos seus 40,83 km², é banhada pelos rios Beberibe e Paratibe, sendo que este tem sua nascente no município. Sua população está na casa dos 400 mil habitantes, sendo que nas épocas de festas, carnaval, etc. aumenta sobremaneira esse número. Considerada a 3ª maior cidade do estado, com renda per-capta entre dois a quatro salários mínimos. Fica a 6 km. de Pernambuco, com clima quente e úmido.

Não tem a data de sua fundação bem definida, sabendo-se que tudo começou em 1534 com a instituição do regime de capitanias pela Coroa portuguesa. O local foi escolhido por Duarte Coelho que julgou de defesa segura, que eram os padrões da época, devido a invasões. Pouco depois ele seguiu para o sul buscando um lugar para a sua instalação, encontrando um ideal, no alto das colinas, onde existia apenas uma pequena aldeia chamada Marim, instalando alí, o povoado que deu origem a Olinda. O seu nome talvez tenha sido aproveitado por um dizer do seu posseiro "Ó linda situação para se construir uma vila". Mas de fato, o nome da cidade surgiu através de uma personagem feminina do romance de cavalaria Amadis de Gaula. O seu progresso foi grande, devido ao extrativismo do pau-brasil e a cultura da cana-de-açúcar, que a tornou um dos principais centros comerciais da colônia. Entre 1580 e 1586, com a chegada de ordens religiosas: as carmelitas; jesuítas; beneditinos e franciscanos, ocorreu a catequização dos índios o que ajudou no aproveitamento das terras.

Em fevereiro de 1653, Pernambuco foi invadida pelos holandezes e isso trouxe muitas conseqüências para Olinda, que foi incendiada após a pilhagemn de materiais nobres das edificações. No ano seguinte ocorreu a expulsão dos holandezes, porém Olinda não mais recuperou seu prestígio que foi canalizado por Recife. Posteriormente experimentou uma grande procura de suas praias e foi se ampliando pelas cercanias.

Enfeitada por igrejas, seminários e casarios, a cidade atrai turistas de todas as partes do mundo. Os seus guias mirins são ótimas companhias para apresentá-la e levar para alguns dos principais pontos turísticos como: O prédio da Caixa d'água, de 1934, e fica no Alto da Sé, que foi a primeira construção modernista realizada no Brasil; o Sobrado Mourisco I e II; Faculdade de Direito; Biblioteca pública; Centro de Educação Musical de Olinda; O Coreto; Ruínas do Senado: Farol de Olinda; e Forte São Francisco, dentre outros. Várias praias: do Farol; Bairro Novo; dos Milagres; Ponta D'el Chifre; do Carmo; Casa Caiada e de Rio Doce. Lá encontramos também Mirantes: Mirante da Igreja de Nossa Senhora da Graça e Seminário de Olinda; Mirante da Ribeira; Mirante do Alto da Sé e o do Largo da Misericórdia. A par destes, encontramos muitas Igrejas, Museus e Mercados públicos, entre outras construções que levam o visitante a fazer uma viagem ao passado. As dezenas de igrejas de Olinda merecem um grande destaque, existem inúmeras e dedicadas aos mais diversos santos, a cidade é altamente religiosa. Além das igrejas seculares, em seu sítio arqueológico podem ser encontrados diversos monumentos que mostram a história do Brasil como também obras do século XX.

Dona de um dos maiores carnavais do mundo, as famosas ladeiras de Olinda ficam lotadas de fantasias e muitas cores durante esta grande festa. Acompanhar os clubes de frevo, maracatu, afoxé, bonecos gigantes, se torna a principal diversão para os foliões. O carnaval da cidade é caracterizado por esta mistura de danças portuguesas e africanas.

O seu litoral com apenas 11 Km, distribuído em sete praias, atrai muitos visitantes para quem deseja buscar lazer contemplativo, além de ter a comodidade de se hospedar em Olinda e ainda visitar e curtir as belas praias do litoral pernambucano. As belezas da cidade são incontestáveis, o turismo está sempre em alta e os seus visitantes saem com uma grande bagagem cultural que será levada e guardada para sempre. A cultura, a natureza, a alegria, se misturam com o ar de Olinda que respira história.


Hotéis em Olinda - PE


Mostrando 16 resultados