hotel.com.br - O Guia de Hotéis da Internet Brasileira !


Pesquisar

Data de entrada

Data de saída


Filtrar por Bairro


ARAXÁ - A palavra Araxá, vem da linguagem Tupi e significa "lugar onde primeiro se avista o sol." O nome foi atribuído aos índios Arachás, procedentes da Tribo dos Cataguás, antigos habitantes do lugar.

Araxá é um município brasileiro do estado de Minas Gerais, na microrregião do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba. Está localizado entre duas grandes bacias hidrográficas: bacia do Rio Grande e Bacia do Rio Paranaíba. Todas com grande potencial hidrelétrico. Possui uma área de proteção especial para fins de preservação de seus mananciais. A área é de 1.165 km². A localização geográfica é estratégica. Apresenta um clima com temperatura média anual de 21,4º C. Constituído de terras planas e colinas, com altitude máxima de l.359 metros e mínima de 910 metros, o relevo mostra variações entre situações geológicas típicas do cerrado e de serras. Sua vegetação intercala campos de pastagens com pequenas matas naturais, compondo paisagens deslumbrantes. A mineração, a agropecuária e o turismo são as principais fontes de renda.

Terra da bela e inesquecível Dona Beja, Araxá guarda histórias e lendas dos tempos do império. A centenária árvore dos Enforcados é o marco da crendice popular. Conta a lenda que, nas noites chuvosas e de ventania, ouvem-se gemidos dos escravos que aí foram enforcados por terem matado seu senhor. Já as igrejas, centenárias e com estilos que passam pelo gótico e barroco, além de abrigar imagens sacras de grandes artistas, são o símbolo maior da religiosidade do seu povo. São Domingos é o padroeiro de Araxá. Por isso, a Matriz é em sua homenagem. Em estilo eclético, sua arquitetura reúne características variadas, com predominância de elementos góticos.

A cidade integra o Circuito das Águas de Minas Gerais, reconhecida pelas propriedades terapêuticas diversificadas de suas águas medicinais e pelo clima agradável o ano todo. Fortaleceu-se como pólo turístico na década de 40, com a inauguração do Complexo Termal - Grande Hotel e Balneário que foi tombado pelo governo de Minas Gerais. Este complexo abriu uma nova era de esplendor para Araxá e todo o interior adjacente, sendo palco de grandes acontecimentos sociais, políticos e culturais. Projetado por Luiz Signorelli, sob influência do estilo missões, tem aproximadamente 33.000 m² de área construída. Impressiona pelos seus imponentes salões, revestidos em mármore de Carrara, decorados por rico mobiliário, lustres de cristais da Boêmia, janelas com cristais franceses bisotados, obras de arte em afresco e vitrais. Seus apartamentos, reformados e modernizados, têm capacidade para atender cerca de 800 hóspedes. As Termas de Araxá estão ligadas ao Grande Hotel por uma galeria suspensa decorada com afrescos de paisagens dos principais pontos turísticos de Minas Gerais. Sua entrada principal é surpreendente e no seu "foyer" encontra-se uma rotunda em vitrais multicoloridos que narra trechos épicos da história de Minas Gerais. Em frente ao Grande Hotel encontra-se a Fonte Andrade Júnior onde estão localizadas as Fontes Alcalino-Sulfurosas. O prédio é constituído por um pavilhão situado em uma pequena península no lago de água de Lama Sulfurosa. Possui quatro bebedouros que escoam águas mineralizadas, carbonatada, sulfatada, radioativa e alcalina, indicadas para casos de diabetes, gota, obesidade, desvio de metabolismo, hepatite, males dos rins, estômago, fígado e problemas de pele. Junto à fonte estão expostos fósseis de animais pré-históricos encontrados no local durante o período de construção do Grande Hotel e Termas de Araxá.

A Fonte Dona Beja localiza-se entre pedras vulcânicas, em uma gruta estilizada em forma de emanatório, brota a água mineral, bicarbonada cálcica magnesiana e radioativa, cujas propriedades ativam o metabolismo e estimulam a assimilação diurética, atuando como desintoxicante e agente hipotensivo. Uma bela paisagem pode ser apreciada de seus mirantes. No prédio inferior - nível do lago - estão localizadas doze duchas-cascata, cujo uso provoca massagem saudável e energizante. A bela paisagem do Complexo do Barreiro pode ser observada através dos mirantes dos dois prédios.

Outra atração da cidade é a rampa de vôo livre considerada uma das melhores do país. Localizada a 25 km do centro da cidade, na Serra da Bocaina, pela estrada de Araxá-Tapira. No topo da serra, através do mirante, seu ponto mais elevado tem cerca de 1000m, pode-se observar a beleza da região. O local é paradisíaco e o preferido por praticantes de esportes radicais. Nas encostas da serra é possível praticar escaladas e rapel, nas trilhas e cachoeiras, realizar prazerosas caminhadas ecológicas e tomar banhos refrescantes.

Bem traçada, limpa e acolhedora, assim é Araxá. Em um passeio pela cidade, o visitante descobre cenários encantadores.



Mostrando 3 resultados